Direitos da maternidade

Os direitos do trabalhador incluem direitos da gestante, para evitar a discriminação das mulheres grávidas. Uma futura mãe tem direito de licença de maternidade e licença de amamentação. No entanto encontrar trabalho pode ser um desafio para uma mulher grávida. A gestação é um período delicado e as empresas preferem não dar trabalho a gestantes. A somar a isso a mulher sente a responsabilidade adicional de ter um novo filho e precisa de ter condições para o criar. Precisa de tempo para ir às consultas durante a gravidez e depois do parto. E precisa de garantir que tem dinheiro para dar ao bebé o que ele precisa.

Emprego para mulheres e para emprego para homens é uma distinção que não deveria existir para que ambos os sexos tivessem acesso às mesmas oportunidades. No entanto, embora a igualdade de género seja proclamada, ainda faltam alguns passos para a concretizar no mundo do trabalho. Na maior parte dos países existe uma diferença entre o ordenado da mulher e dos homens. Ainda há poucas mulheres em postos de chefia e muitos empregadores creem que os homens são mais competentes.

A legislação fornece proteção às futuras mães. Se está grávida conheça os seus direitos e exija um tratamento digno.


Consulte a legislação sobre direitos da grávida e da mãe no Brasil

Direitos no emprego durante a gravidez e pós-parto em Portugal

gravidez

--ADS--
--ADS--