Modelos de Curriculum

Como fazer carta de apresentação

A carta de apresentação, tal como o curriculum vitae é um dos primeiros contactos da empresa com o candidato, é muito importante que esta esteja bem feita para maximizar a sua probabilidade de obter uma entrevista de emprego.

Sabe como fazer uma carta de apresentação?

A carta de apresentação deverá ser breve e simples.
Esta carta deve ser enviada juntamente com o CV de modo a convencer o empregador a convida-lo para uma eventual entrevista de emprego.

Dirija-se à pessoa certa

Comece por dirigir a carta à pessoa certa. Isto é prova de ter o cuidado de mandar a carta a uma determinada pessoa. Não se esqueça de pôr em cima da carta a rubrica assunto, onde esclarece o objectivo da sua carta e, eventualmente, menciona a referência do anúncio.

Escreva uma boa frase de abertura

A intenção é destacar-se no meio de muitas respostas. Isto não se consegue com frases usadas como: “Na sequência do seu anúncio ….” ou “Por este via venho candidatar-me ….” Evite linguagem estandardizada ou expressões clássicas e use uma frase de abertura personalizada, original e cheia de entusiasmo.

Não use palavras demasiado modestas

“Talvez”, “eventualmente” e “acho” são expressões a evitar.
Procure o caminho intermédio. Dizer que é a pessoa ideal e que o empregador seria doido se não aproveitasse esta oportunidade, não só mostra um entusiasmo pronunciado como também uma grande dose de arrogância.

Explique porque se candidata

Explique o que o atrai na empresa, na função, no sector. Aproveite para mostrar entusiasmo.

Não se prolongue

A sua carta pode ter uma página no máximo.
Convém transmitir a mensagem em frases curtas e dinâmicas com muitos verbos activos.

Não mencione a sua inexperiência

Se não tiver a experiência ou a formação exigida, não o mencione. Escreva antes sobre a sua capacidade de aprender depressa.
Seja sempre positivo sobre si mesmo.

Não fale em ordenado

Não fale de dinheiro na carta. Mencione o ordenado apenas no caso de lhe ter sido pedido no anúncio a que está a responder, senão acredite que vai criar uma impressão negativa.

Evite terminar com banalidades

Lembre-se que a última impressão é tão importante como a primeira.
Não escreva frases feitas mas, por exemplo, “Se achar que temos algo a oferecer um ao outro, estarei sempre disponível para conversarmos numa entrevista“.

Fonte: Expresso Emprego

Achou o artigo útil?
Queres permanecer informado?

Etiquetas:, , , , , , , , ,
Comentar
0
Comentários

Deixar um comentário